IGP-M tem alta mensal de 0,60% em junho

IGP-M tem alta mensal de 0,60% em junho

Na comparação mensal, indicador que reajusta aluguel teve desaceleração. Nos últimos 12 meses, houve aumento acumulado de 35,75%

Importante referência na economia nacional, o IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) apresentou em junho um incremento de 0,60% sobre o mês anterior. O resultado representa uma forte desaceleração frente a maio (+4,10%). Os dados são do Ibre-FGV (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas).

Com o desempenho, o indicador acumula progressão de 15,08% no ano e salto de 35,75% em 12 meses. Em junho de 2020, o índice havia subido 1,56% e acumulava alta de 7,31% em 12 meses.

Também conhecido como “inflação do aluguel”, o indexador é utilizado para reajustar contratos de locação e contas de energia elétrica.

“A combinação de valorização do real com o recuo dos preços em dólar de commodities importantes, fez o grupo matérias-primas brutas do IPA cair 1,28% em junho, ante alta de 10,15% no mês passado. Com este movimento, a taxa do IPA registrou expressiva desaceleração fechando o mês com alta de 0,42%”, afirma André Braz, Coordenador dos Índices de Preços da FGV.

Sub-índices

Componente que equivale a 60% dos cálculos e que mede os preços no atacado, o IPA (Índice de Preços ao Produtor Amplo) puxou a desaceleração do indicador, arrefecendo de +5,23% em maio para +0,42% em junho.

Outro sub-índice, com peso de 30% do balanço e termômetro dos preços no varejo, o IPC (índice de Preços ao Consumidor) cedeu de +0,61% para +0,57%, na mesma base comparativa. Já o INCC (Índice Nacional do Custo da Construção), que responde por 10% do levantamento) ficou mais aquecido, avançando de +1,80% para +2,30%.

Informações: www.fgv.br

http://www.revistaqualimovel.com.br/noticias/igp-m-tem-alta-mensal-de-060-em-junho

Leave a Reply