A importância da vistoria na entrega do imóvel

A importância da vistoria na entrega do imóvel

A importância da vistoria na entrega do imóvel

Quando compramos um imóvel, um dos momentos mais aguardados é a entrega das chaves. É ali que sentimos que o sonho da casa própria está virando realidade. Porém, nessa hora, é importante segurar um pouco a emoção e não esquecer de um passo importante no processo: a vistoria.  

Com tantos lançamentos surgindo, é importante que as construtoras também virem seus olhares para o processo de vistoria na hora da entrega das chaves para os compradores. Este é um momento estratégico e que merece muita atenção.  

O mercado imobiliário está começando a sentir os efeitos da retomada em todo o Brasil. No terceiro trimestre de 2021, houve um crescimento de 13,6% no número de lançamentos em relação ao mesmo período de 2020. No acumulado do ano, a alta foi de 37,6%.  

Os dados são do estudo dos Indicadores Imobiliários Nacionais da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). De acordo com a instituição, há um motivo para esta alta tão significativa no número de lançamentos pelas construtoras.  

Muitos empreendedores seguraram os lançamentos no ano passado em razão da pandemia. Com a melhora na situação sanitária, as construtoras e incorporadoras estão retomando os negócios. O setor está agora, portanto, chegando a um equilíbrio entre o volume de lançamentos e o de vendas.  

O que é a vistoria e em que momento ela acontece? 

Até o momento de entrega das chaves do imóvel, o cliente se mantém ligado a uma ideia que existia nos folders e nas plantas do projeto. É neste momento, ou seja, na finalização do processo construtivo, que ele materializa tudo aquilo que ainda não parecia palpável. Esta fase é chamada de vistoria com o cliente.  

Junto com a construtora, o cliente vai verificar se o imóvel está de acordo com o memorial descritivo contratado. É também nesse instante que ele pode observar eventuais defeitos aparentes que a nova unidade possa apresentar.  

É importante ressaltar que a vistoria não existe apenas na entrega das chaves de um imóvel novo por parte da construtora. Ela é um passo importante também na compra de um imóvel usado e em casos de aluguel.  

Planejamento é essencial 

A fase de entrega do imóvel precisa ser planejada. O ideal é que a construtora crie um cronograma que contemple todo o processo ocorrido no período.  

Para que a entrega do imóvel alcance os resultados esperados, é preciso levar em conta que este processo depende de fases anteriores bem executadas. Desde o projeto até o acabamento final da obra.  

Caso o cliente aponte algum problema no imóvel durante a vistoria, não há motivo para se desesperar. Os itens pontuados deverão ser enviados à equipe de obra para serem ajustados. Após as alterações, uma nova visita é agendada com o cliente.  

Digitalização de processos 

Aqui é importante destacar a importância da digitalização dos processos. Imagine que, em alguns casos, o comprador do imóvel pode chegar a realizar cinco ou mais vistorias. E, a cada uma delas, algo novo é identificado e precisa ser reparado.  

Agora imagine organizar todas essas informações em papel. Além de correr o risco de perder documentos, a construtora pode demorar mais para conseguir que as correções sejam realizadas. A comunicação entre os setores acaba sendo arcaica e morosa.  

Existe, portanto, um alto volume de informações produzidas que precisam transitar entre as equipes. Seja para ajustar problemas, acompanhar o andamento do que está sendo feito, planejar uma nova vistoria, tudo isso fica muito mais prático se os processos forem digitalizados.  

Antigamente, os formulários de vistoria de imóveis eram feitos à mão ou impressos. Era algo extremamente trabalhoso e difícil de ser armazenado, pois havia um grande volume de folhas e fotografias impressas. Atualmente, com os avanços da tecnologia, há maneiras mais práticas, eficientes e seguras de se fazer e armazenar os formulários, as informações e a comunicação entre os diversos departamentos da empresa.  

A tecnologia a favor dos processos 

Computadores e dispositivos móveis auxiliam na tarefa de tornar a produção de formulários mais precisa e rápida, economizando tempo e reduzindo custos. Isso também facilita a anotação no momento da vistoria de imóveis.  

Com a digitalização dos processos, é possível, ainda, acessar informações sobre normas técnicas durante a visita. Assim, o trabalho de vistoria será realizado com mais qualidade e conformidade.  

Manter as informações disponíveis eletronicamente facilita a acessibilidade do histórico da unidade. Principalmente no que diz respeito à operação de assistência técnica. Esta organização e facilidade deixa transparente toda a interação com o cliente ao longo do processo e evita desgastes desnecessários.  

A tecnologia tem a capacidade de auxiliar na centralização e no armazenamento dos dados. Hoje, existem softwares que auxiliam no detalhamento e na produtividade da vistoria. O CV – Construtor de Vendas é o CRM imobiliário mais completo do mercado e oferece um módulo específico para a etapa de vistoria.  

Gestão inovadora de visitas e vistorias do CV 

Com o módulo de gestão de visitas e vistorias do CV, o usuário da plataforma tem acesso ao calendário da vistoria e a relatórios intuitivos e simplificados. Além disso, através do CRM, é possível assegurar a presença de um profissional de vistoria capacitado.  

O CV – Construtor de Vendas é uma solução que se adapta aos processos estratégicos da incorporadora ou loteadora. Dessa forma, a gestão do negócio é transferida para workflows personalizáveis:  

  • Processos que se adequam às suas necessidades;  
  • Suporte personalizado para todas as etapas de implantação;  
  • Configuração de pré-requisitos dentro dos processos;  
  • Ações totalmente automatizadas para as atividades.  

E não é apenas o profissional das construtoras, incorporadoras, urbanizadoras e loteadoras que se beneficia das funcionalidades da plataforma. O próprio cliente, o comprador do imóvel, tem acesso a todas as informações, através do Portal do Cliente, podendo inclusive solicitar uma visita de vistoria ele mesmo.  

Como deve ser feita a vistoria de imóveis? 

Preferencialmente, a vistoria deve ser realizada durante o dia. Assim, os cômodos estarão iluminados adequadamente e será possível detectar possíveis problemas. Abaixo estão algumas dicas que o Blog do CV preparou para orientar o comprador durante a visita de vistoria: 

  • Abra e feche todas as janelas e portas para verificar se estão funcionando normalmente;  
  • Verifique se os vidros das janelas estão trincados ou arranhados;  
  • Analise a qualidade da cerâmica; 
  • Olhe com cuidado todas as louças instaladas, como os vasos sanitários e pias; 
  • Observe se não há arranhões nas torneiras;  
  • Teste as tomadas e, se possível, leve uma lâmpada para testar todos os cômodos. 

Caso o comprador encontre algum defeito, é importante que ele esteja com uma máquina fotográfica em mãos, podendo ser o celular, para registrar todos os problemas.  

A importância da vistoria 

A vistoria é o processo de verificação do estado dos elementos do imóvel. Ela funciona como uma prova que confirma ou refuta a conformidade do que foi entregue com o que consta no projeto ou no contrato.  

É a vistoria de imóveis que resguarda os direitos tanto dos profissionais da construção quanto dos clientes. E ela deve ser realizada por profissionais habilitados para fazer um laudo de vistoria. Arquitetos e engenheiros são alguns dos profissionais indicados para isso. 

Com uma vistoria correta, o comprador evita ter que arcar com custos de reforma e reparos. E, por parte da construtora, a empresa se resguarda de qualquer reclamação futura que não tem ligação com o estado que o imóvel foi entregue.  

fonte: https://cvcrm.com.br/blog/a-importancia-da-vistoria-na-entrega-do-imovel/

Leave a Reply